Já notou como o envelhecimento afeta o aparelho locomotor?

O processo de envelhecimento causa muitas alterações ao aparelho locomotor com o passar dos anos. Faz parte da nossa visão de idoso a presença de limitações nos ossos, músculos e articulações e isso tem um motivo.

assentos reservados envelhecimento

Observe esta imagem e entenda a importância do que estou dizendo. As dificuldades de locomoção, as dores nas articulações, a perda do tônus muscular e a deformidade da coluna vertebral são os sinais mais visíveis da velhice.

Além disso, como o critério de saúde entre os idosos está muito mais relacionado as condições de autonomia e independência do que à presença de doenças crônicas, podemos afirmar que

as doenças do aparelho locomotor são as que mais afetam a saúde dos idosos.

Por isso, colocarei no site uma série de 6 posts para detalhar melhor um assunto que é de extrema importância.

Dados do envelhecimento populacional brasileiro

Segundo estimativas do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em 2050, a população brasileira com mais de 60 anos será equivalente a de menores de 24 anos. Esses idosos corresponderão a 25% da população brasileira, um aumento significativo comparado aos 12% atuais. Além disso, a expectativa de vida analisada em 2014 saltou para 75,2 anos, com diferença importante na comparação entre mulheres (78,8 anos) e homens (71,6 anos).

O Suplemento de Saúde da PNAD (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios) de 2008 chegou à conclusão que 77,4% dos idosos relatavam sofrer com ao menos uma doença crônica. A Hipertensão Arterial foi a que mais se destacou, representando cerca da metade deles. As dores na coluna, problemas articulares, e outras queixas ortopédicas estavam presente em 60% dos entrevistados com mais de sessenta anos.

Como ocorre o envelhecimento dos músculos?

Com o avançar da idade há uma diminuição de massa muscular, força de contração e resistência. Como consequência principal, o idoso diminui a capacidade de recuperar o equilíbrio, facilitando a queda. Além disso, a massa muscular diminuída perde a função protetora de “amortecer” os impactos nos ossos. Mas lembre-se: o exercício físico pode reverter isso.

Como o osso envelhece?

A partir dos 35 anos, nosso esqueleto começa a perder massa óssea e capacidade de resistir aos traumas. Os ossos perdem elasticidade e resistência, e quebram com mais facilidade. Chamamos isso de osteoporose. Existem atualmente diversas opções de tratamento, por adequação nutricional, atividade física, reposição de cálcio e vitamina D, reposição hormonal (em mulheres na menopausa) ou medicamentos específicos.

Como ocorre o envelhecimento articular?

A artrose decorre do desgaste das articulações. Deriva da lesão da cartilagem articular, tecido que “encapa” o osso e promove absorção de impacto e diminuição de atrito. Os locais mais acometidos são: base do polegar (Rizartrose), dedos das mãos, quadril, joelho e coluna. As formas de prevenir e tratar incluem os exercícios físicos, uso de bengalas, analgésicos, medicamentos protetores da cartilagem ou cirurgias.

A importância das quedas em idosos.

A queda é um problema grave de saúde, principalmente se acompanhada de fraturas. O índice de queda em idosos na comunidade é de 35%, acometendo metade dos internalizados em casas de repouso. A fratura piora a qualidade e diminui a expectativa de vida do idoso. É muito importante determinar o risco de queda, atuar com medidas de prevenção, e tratar com atenção caso isso ocorra.

Fragilidade do idoso

A síndrome da fragilidade do idoso é caracterizada pela perda de força muscular, emagrecimento, fraqueza e a baixa tolerância ao exercício. Essa consequência do processo de envelhecimento cresce com a idade, e aumenta o risco de ficar doente, sofrer internações hospitalares e todas as complicações que possam aparecer. Os órgãos e sistemas passam a ter menor capacidade de adaptação aos estresses e doenças, e falham com mais facilidade.

envelhecimento

Ilustração demonstrativa do conceito de fragilidade, na qual indivíduos com mesma idade, mas com maior fragilidade, são mais propensos a eventos graves (por exemplo fraturas).

O que mais você quer saber?

Já que estamos falando de envelhecimento, fizemos uma enquete aqui mesmo, e os leitores escolheram o tema de maior interesse dentre os cinco abaixo. Esse foi o resultado.

envelhecimentoClique aqui para ler o nosso artigo sobre envelhecimento dos músculos.

Você também pode se inscrever no site e receber as postagens assim que publicadas, quentinhas saindo do forno.

Abs

Dr. Gustavo Borgo

Compatilhar: