A artrose é o processo de desgaste das articulações, e se manifesta inicialmente por lesão da cartilagem, tecido este que encapa o osso e serve para diminuir o atrito entre eles.

Nos últimos posts falei sobre o envelhecimento do aparelho locomotor, envelhecimento ósseo e sobre o envelhecimento dos músculosHoje darei atenção ao envelhecimento das articulações. Clique nos links acima caso ainda não tenha visto os posts anteriores.

O processo é complexo e envolve degeneração progressiva de todas as estruturas articulares, incluindo superfície óssea, ligamentos, meniscos, sinóvia, labrum, cápsula articular etc. Assim, não acontece por um machucado exclusivo da cartilagem, mas também de tecidos dentro e ao redor das “juntas”, e por isso mesmo qualquer tipo de lesão ou cirurgia na articulação eleva o risco de desenvolvimento de artrose.

Artrose: entenda tudo que é importante para cuidar melhor das suas articulações

Quem sofre com essa doença?

A artrose é um problema grave de saúde pública, por ser a doença articular mais prevalente no mundo, e a maior causa isolada de incapacidade em adultos.

É mais comum em mulheres, e não é preciso envelhecer muito para que o processo comece. Já aos 50 ou 60 anos é possível notar sinais iniciais de desgaste nos joelhos ou quadris, e com o passar do tempo, o machucado na cartilagem vai aumentando.

Ainda mais, o desenvolvimento desta doença esta relacionado a carga que a articulação é submetida ao longo da vida. Assim, os principais fatores de risco são o sobrepeso, os traumas de extremidades (como entorses e fraturas) e a prática esportiva em excesso, principalmente as de impacto.

artrose

Artrose nas articulações que suportam carga.

As articulações mais acometidas são…

  1. base do polegar na mão (Rizartrose)
  2. pequenas articulações dos dedos da mão
  3. quadril (Coxartrose)
  4. joelho (Gonartrose)
  5. coluna cervical e lombar

Sintomas de artrose

As principais queixas são dor e rigidez articular, que pioram com os esforços ou com o frio. Em alguns casos limitam seriamente a capacidade de desfrutar a vida e executar tarefas rotineiras.

Existem dois tipos principais:

  • primária: decorrente do desgaste progressivo da cartilagem pelo uso constante ao longo dos anos. É a mais comum, e uma das consequências do processo de envelhecimento normal.
  • secundária: ocorre por lesão direta a cartilagem da articulação que sofre por sequela de entorses, lesões ligamentares ou fraturas, ou mesmo por artrites inflamatórias como na artrite reumatóide.

Lesão progressiva da cartilagem – veja aqui os estágios

O sinal mais precoce é a fibrilação, ou ruptura dos planos mais superficiais, da cartilagem articular.

artrose

lesão inicial (fibrilação) da cartilagem

A medida que as lesões se aprofundam, as pontas superficiais soltam e tornam-se fragmentos livres no espaço articular, diminuindo a espessura da cartilagem…

artrose

lesão profunda da cartilagem articular

…até expor o osso subcondral, causando dor e atrito entre as partes da “junta”.

artrose

lesão profunda com exposição do osso subcondral

Começam então as alterações reativas do osso subcondral que está sofrendo com o atrito, com formação de cistos e remodelação óssea, o que altera a forma da articulação, causa seu encurtamento, deformação e instabilidade.

artrose

A diminuição do uso da articulação pela dor e a restrição de movimento levam à atrofia muscular. Daqui em diante ocorre um crescimento de proeminências ósseas, cartilaginosas e fibrosas ao redor da articulação, o que chamamos de osteófitos, popularmente conhecidos como “bico de papagaio.

Nos próximos posts falarei sobre como prevenir e tratar a artrose. Cadastre seu email para receber as novidades.

Abs

Dr. Gustavo Borgo

Compatilhar: